Areias minerais

A ilmenita, o rutilo e a zircônia são um dos três minerais pesados extraídos de minas de areia na North Stradbroke Island Operation da Sibelco em Queensland, na Austrália. Os minerais pesados extraídos representam 1% do total de areia. Os 99% restantes são usados na reabilitação pós-mineração.

Ilmenita

A ilmenita é misturada e processada para criar dióxido de titânio, um pigmento branco de alta qualidade resistente a ultravioleta (UV), água e quimicamente resistente ao mesmo tempo que não é tóxico.

Mais da metade de todo o pigmento de dióxido de titânio é usada na produção de tintas (residenciais, industriais, automotivas etc.), pois reflete os raios UV nocivos do sol e protege a pintura contra descascamento. O dióxido de titânio também é um ingrediente importante na fabricação de protetores solares, cosméticos, plásticos, tintas, papéis, cremes dentais e alguns alimentos, como farinha e açúcar de confeiteiro para melhorar seu brilho.

Rutilo

O rutilo é usado em três aplicações principais: pigmento de dióxido de titânio, fio de soldagem com núcleo de fluxo e produção de metal de titânio.

O rutilo, quando processado em pigmento de dióxido de titânio, pode ser usado nos mesmos produtos que a ilmenita. O rutilo é algumas vezes a fonte preferencial de pigmento de dióxido de titânio, pois fornece um produto mais eficiente com o menor desperdício na fabricação.

O fio de soldagem com núcleo de fluxo é o consumível de soldagem preferencial para recipientes de pressão, tubulações de petroquímicas e fabricação de equipamentos pesados, pois o fio com núcleo de fluxo estabiliza o arco elétrico garantindo uma articulação superior.

O rutilo também pode ser convertido em esponja de titânio, que é depois processada em metal de titânio. As propriedades únicas do metal de titânio incluem sua alta relação resistência/peso, alto ponto de fusão e resistência à corrosão. Isso torna o rutilo um metal preferencial na indústria aeroespacial para a fabricação de quadros de aeronaves e motores a jato. Ele também é comumente usado para produzir equipamentos esportivos de alta qualidade, marcapassos, membros artificiais, equipamentos cirúrgicos, quadros de óculos e relógios. Quando o metal de titânio é misturado com outros metais, como ferro, manganês e alumínio, ele forma ligas resistentes à temperatura e à corrosão, o que significa que ele apresenta uma ampla gama de usos em ambientes difíceis.

Zircônia

Mais de 50% de toda a zircônia é usado na indústria cerâmica devido a sua capacidade de conferir opacidade (brancura e brilho) e criar cobertura vitrificada em produtos como azulejos, cerâmicas sanitárias (banheiras, pias e sanitários) e louças. A zircônia é um material duro e resistente, pois mantém sua composição física e química quando submetida a altas temperaturas e ambientes corrosivos. É um material de fundição e refratário excelente, usado em tijolos refratários, especialmente em fornos para fabricação de aço e vidro.

A zircônia é usada:

  • para bloquear emissões de raios-X em tubos de raios catódicos (CRT) encontrados em computadores e monitores de televisão.
  • para produzir dispositivos biomédicos, como próteses de quadril e joelho, baterias leves recarregáveis, telas de televisão, fusíveis e cremes dentais.
  • como areia de fundição para microfusão especializada ou fundição de alta precisão.

A liga de zircônia é usada como compartimento para varetas de combustível em estações de energia nuclear devido à baixa absorção de nêutrons térmicos.

Areias minerais